Comunicação

11h23

“Ficar na zona rural é cuidar das nossas raízes”

A adolescente Maíra de Sena estuda na CFR-PTN e é beneficiária do Programa Social da Fundação Norberto Odebrecht

Compartilhe
Tamanho do texto

Uma grande honra. É assim que Maíra de Sena, de 16 anos, descreve a oportunidade de acessar educação de qualidade para se tornar uma empresária rural. A adolescente é aluna do 2º ano na Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN), uma escola rural que forma jovens no Ensino Médio integrado ao curso técnico em Agropecuária. A instituição faz parte do PDCIS, Programa Social coordenado pela Fundação Norberto Odebrecht, e beneficia cerca de 100 meninos e meninas como Maíra todos os anos. 

Uma jovem usa farda escolar e sorri com seus pais ao fundo
O apoio da família é fundamental para a jornada de Maíra, que está cursando o Ensino Médio integrado ao curso técnico em Agropecuária


Mas o amor pela agricultura vem de antes da entrada na Casa: os pais da jovem são agricultores familiares e associados à Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (COOPATAN). E eles sabem da importância de apoiar a filha a se tornar uma empresária rural. “É a família, né? O maior incentivador”, opina Maria de Jesus, mãe de Maíra. “Se a gente não incentivar os nossos filhos, eles vão estagnar, depois vão procurar um emprego em outro lugar...  Temos que ajudar, colaborar”, completa. Para eles, a formação na Casa Familiar está dando as ferramentas necessárias para que a jovem continue o legado da família. 

Legado que Maíra também enxerga como essencial: “se me perguntassem antes, eu não saberia nem responder o que eu queria fazer. Mas, agora, eu pretendo ficar na zona rural”, conta. “Quero me tornar professora e seguir no campo. Até por que [seguir na zona rural] é cuidar das nossas raízes, né? A gente veio dessa raiz e temos que cuidar dela”, opina. 

Apoio aos primeiros cultivos

Depois de cursar seu primeiro ano na escola na forma remota, devido à pandemia da Covid-19, Maíra está tendo suas primeiras aulas presenciais em 2022. “Presencial é diferente, né? Ficar olhando sempre para a tela do celular era muito cansativo”, conta ela. Mas o apoio adicional dado pela família, professores e colegas a possibilitou superar os desafios impostos pelo distanciamento. “A gente conseguiu vencer essa batalha, e felizmente estou aqui, no segundo ano”, comenta Maíra.

E nem mesmo o distanciamento social afetou o impacto que o apoio dado pela escola teve na vida de Maíra. Nos chamados Projetos Educativo-Produtivos (PEPs), a Casa Familiar dá os recursos necessários, como adubos e mudas, para que os jovens comecem seus primeiros cultivos. Depois, monitores da escola dão assistência aos estudantes em suas propriedades, ajudando-os para que o projeto dê bons resultados. 

Em 2021, Maíra foi contemplada e começou a criar suínos na propriedade da família - sua primeira experiência com animais. O objetivo, agora, é incluir também o plantio de mandioca em seu PEP. Essa experiência, unida com os aprendizados obtidos em sua formação como técnica, deram à jovem a confiança de que tem o conhecimento necessário para produzir mais e melhor. “Antigamente a gente olhava para a cultura na roça e pensava: ‘será que vai dar certo?’. Mas hoje temos a certeza de que vai dar”, diz ela, sorrindo.
 

Newsletter
Receba nossas novidades
Basta informar seu nome e melhor e-mail.
preload
2018 - 2022. Fundação Norberto Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

Os plugins são usados ​​para rastrear visitantes em websites. A intenção é exibir anúncios relevantes e atraentes para o usuário individual e, portanto, mais valiosos para editores e anunciantes terceirizados.

Bloquear / Ativar
Facebook Pixel
Recomendado

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário