Programa Social

Casa Familiar Agroflorestal (CFAF)

A CFAF é uma de nossas escolas rurais parceiras. Conheça!

Localizada no município baiano de Nilo Peçanha, a Casa Familiar Agroflorestal (CFAF ) se configura como uma Organização da Sociedade Civil e é reconhecida pelo Ministério da Justiça como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público.

Escola de Ensino Médio integrada ao curso técnico de Florestas, a CFAF tem a chancela do Ministério da Educação. Criada no ano de 2005, a instituição também integra a Rede de Escolas Associadas da UNESCO e articula em sua matriz curricular conteúdos diretamente conectados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

Siga a CFAF no Instagram!

A CFAF recebe jovens entre 14 e 19 anos com Ensino Fundamental completo, filhos de agricultores familiares, residentes na zona rural do Baixo Sul da Bahia e com vocação para continuar a viver e empreender no campo. Nessa escola, as turmas aprendem temas como apicultura, processos de extração do mel e cultivo de hortaliças no sistema de hidroponia (sem uso do solo).

O modelo pedagógico escolhido pela instituição é o da Pedagogia da Alternância, em que os alunos passam uma semana em período integral na escola, com aulas práticas e teóricas, e duas semanas nas suas propriedades, aplicando o que aprenderam e compartilhando conhecimento com suas famílias e comunidades.

Em 2018, a CFAF foi finalista do Prêmio ODS Brasil e selecionada pelo Criança Esperança, programa social da Rede Globo, para receber apoio durante o ano de 2019.

Conheça a história de Daniel de Jesus, aluno da CFAF

No município da Taperoá, na zona rural do Baixo Sul da Bahia, Daniel de Jesus faz sucesso com as hortaliças que cultiva. Ao lado da avó e dos tios, ele planta alface, seu carro-chefe, coentro, rúcula e cebolinha. Além disso, tem Projetos Educativo-Produtivos,  recebendo insumos e orientações técnicas da CFAF para implantação de cacau, banana, horta convencional e criação de aves. Buscando inovar na forma de produzir, o jovem implantou um sistema de hidroponia na sua propriedade e agora passou a cultivar hortaliças sem uso do solo. Incentivado pelos educadores da CFAF, o jovem passou a divulgar seus produtos pelas redes sociais, mostrando a cada vez mais pessoas o que aprende na escola. “Atualmente, eu me vejo como um empreendedor rural. Quero fazer minha vida dentro da minha propriedade junto com minha unidade família. E quero trazer tecnologia para dentro da minha área”, conta.

Newsletter
Receba nossas novidades
Basta informar seu nome e melhor e-mail.
preload
2018 - 2021. Fundação Norberto Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital