Comunicação

09h55

44% dos municípios brasileiros não podem receber doações para fundos da criança e adolescente

Mecanismo poderia distribuir até 5,3 bilhões de reais para projetos sociais em todo o país

Compartilhe
Tamanho do texto

Quase metade (44,14%) dos municípios brasileiros não podem receber doações de imposto de renda para os Fundos para a Infância e a Adolescência (FIA). O número se deve a quantidade de cidades no país que não instituíram o mecanismo ou que possuem cadastros irregulares ou incompletos do FIA junto ao Governo Federal. 

Os Fundos para a Infância e a Adolescência podem receber doações para apoiar iniciativas sociais nas cidades onde estão, especialmente a partir da destinação de imposto de renda. Mas é preciso estar cadastrado junto ao Ministério da Mulher, Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) para que empresas e pessoas possam destinar parte do valor devido no Imposto de Renda para os projetos apoiados.

Em alguns estados, o percentual de cidades sem fundos do tipo chega a 65%, como é o caso do Maranhão. Em outros seis – Amazonas, Amapá, Piauí, Tocantins, Paraíba e Rio Grande do Norte – alcança pelo menos metade das cidades. Já em outros estados, a maioria das cidades que têm Fundos para Infância e Adolescência ainda não podem receber doações por causa de cadastros irregulares ou incompletos. É o caso de municípios no Amapá, Sergipe e Bahia, onde 25%, 24% e 23% dos fundos existentes, respectivamente, não estão regularizados junto ao Governo Federal. 

Uma das principais razões para isto é o desconhecimento desta política pelos próprios Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), órgãos responsáveis por gerir o fundo em cada cidade.

“Os Conselhos Municipais pelo país precisam de mais capacitações e formações para dominarem melhor políticas como essas e captarem mais doações”, afirma Adélcio Menezes, coordenador de Parcerias na Fundação Norberto Odebrecht, que atua fortalecendo organizações da sociedade civil e órgãos do poder público, como os CMDCAs, em regiões de vulnerabilidade social. “Apoiar estes órgãos a terem fundos criados, regularizados e sustentáveis faz a diferença para garantir que milhares de crianças e adolescentes possam ser beneficiados por projetos sociais”, diz.

Na prática, não usar esse mecanismo significa desperdiçar um potencial enorme de doações: segundo o próprio Ministério, quase 5,3 bilhões de reais de Imposto de Renda podem ser destinados a estes fundos em todo o país. 

Para João Paulo Vergueiro, diretor executivo da Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR), o alcance deste potencial não deve recair apenas sobre os municípios.  “No estado de São Paulo, temos cidades com 800, 1000 habitantes. Em cidades pequenas, é possível que nunca se tenha um Conselho e um Fundo estruturados. Por isso, temos que estimular que o Conselho Estadual [de Direitos da Criança e do Adolescente] seja referência e apoie municípios menores com o fundo estadual”, diz. 
 

Newsletter
Receba nossas novidades
Basta informar seu nome e melhor e-mail.
preload
2018 - 2023. Fundação Norberto Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

Os plugins são usados ​​para rastrear visitantes em websites. A intenção é exibir anúncios relevantes e atraentes para o usuário individual e, portanto, mais valiosos para editores e anunciantes terceirizados.

Bloquear / Ativar
Facebook Pixel
Recomendado

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário