Comunicação

13h55

3ª edição do Diálogos de Impacto debate protagonismo juvenil dentro e fora das empresas

Evento reuniu Ocyan, Horiens Risk Advisors e Fundação Norberto Odebrecht

Compartilhe
Tamanho do texto

Os jovens podem apoiar empresas e comunidades a se tornarem lugares melhores? E como é possível dar espaço para que a juventude se torne protagonista desta transformação? Com estas questões em mente, a Fundação Norberto Odebrecht promoveu na última sexta-feira (12), mais uma edição do Diálogos de Impacto, programa de transmissões ao vivo destinado a integrantes do Grupo Novonor e pessoas interessadas em temas que geram impacto social. O evento, que coincidiu com as comemorações globais do Dia da Juventude, 12 de agosto, debateu o protagonismo juvenil dentro e fora das empresas junto a convidados com anos de experiências pessoais e profissionais no tema e mais de 170 espectadores.  

Uma mulher branca apresenta um slide com o texto 'Protagonismo jovem na Ocyan'
Bruna Fonseca apresentou os projetos da Ocyan para captar e engajar jovens talentos


Com o slogan ‘Jovens protagonistas, jovens empreendedores’, a edição reuniu Bruna Fonseca Augusto, gerente de Gestão de Pessoas na Ocyan; Adélcio Sousa, coordenador de Parcerias na Fundação Norberto Odebrecht; e Luanda Santos, analista de Riscos e Seguros na Horiens Risk Advisors, que também atuou como mediadora. 

Assista ao evento completo clicando aqui!

Primeira palestrante a compartilhar sua visão sobre o tema, Bruna Fonseca apresentou os projetos da Ocyan para captar e engajar jovens talentos. “Temos uma trilha de ‘programas jovens’, que vão desde o jovem aprendiz e estagiário até o praticante e o trainee. Com eles, este jovem cria uma carreira na qual ele pode ser protagonista. E isso está intrinsecamente alinhado a nosso jeito de atuar, à Nossa Cultura, pois estamos dentro de um Grupo que valoriza essa juventude”, disse ela. 

Para garantir mais igualdade e diversidade na seleção destes talentos, a empresa realizou um programa de recrutamento às cegas: além do não-uso de câmeras no momento da entrevista, virtual, os entrevistadores foram capacitados para evitar perguntas pessoais que possam dar espaço a vieses inconscientes. “A gente precisa focar muito mais nas competências do que em questões pessoais. Isso contribui para uma mistura de gerações, que eu diria que é uma riqueza para as empresas”, opinou ela.

Empoderamento da juventude

Quem também abordou a relevância de empoderar os mais jovens para se relacionarem com outras gerações foi Adélcio Menezes, coordenador de Parcerias na Fundação Norberto Odebrecht. Segundo ele, este é um dos objetivos da atuação das Casas Familiares, escolas rurais parceiras do Programa Social da Fundação. “Nós temos famílias que vêm trabalhando com a agricultura há muito tempo, e, de repente, jovens de 14 a 16 anos vêm trazendo novas técnicas, técnicas mais apuradas, para seus pais. É um desafio. Mas as Casas trabalham com uma educação contextualizada, que traz as famílias para dentro do processo formativo, e fomentam essa passagem de conhecimento”, explicou ele. 

Um homem branco sorri em uma reunião online
Representando a Fundação, Adélcio Menezes falou do programa de voluntariado que conectará jovens talentos do Grupo Novonor a jovens beneficiados pelo PDCIS


E este empoderamento não se restringe à atuação da organização no Baixo Sul da Bahia: em sua fala, Adélcio também anunciou a realização do Na Onda do Bem, programa de voluntariado da Ocyan em parceria com a Fundação que vai conectar talentos da empresa com jovens beneficiados pelas Casas Familiares. “A iniciativa vai contar com mentores e mentorados, que serão apoiados em suas carreiras e projetos de vida em cerca de seis encontros. Até porque o voluntariado é isso, é doar tempo para fazer o outro crescer”, disse. 

Interseccionalidade

Considerar as diferenças de contexto e oportunidades de cada jovem é fundamental para dar as ferramentas ideais para o protagonismo juvenil. É o que defendeu Luanda Santos, analista de Riscos e Seguros da Horiens, palestrante e mediadora da terceira edição do Diálogos de Impacto.  “Na empresa, nós entendemos que precisávamos adotar ações para devolver à sociedade e para colocar em prática os nossos valores. E eu pude liderar o primeiro programa de estádio afirmativo da Horiens, criado para mulheres negras, e posso dizer que estas jovens já mudam o olhar da empresa, já nos abrem o campo de visão para outras questões”, comentou ela. 

Um mulher negra sorri em uma reunião online
Luanda Santos comentou sobre o estágio afirmativo realizado pela Horiens, que gerou a contratação de mais jovens mulheres negras


Enquanto mulher negra, Luanda também compartilhou a importância de empresas e organizações atuarem ativamente para o combate às desigualdades ao olharem para a juventude. “Dados do Fórum Econômico Mundial dizem que para que seja alcançada a paridade entre pessoas que se identificam com o gênero feminino e masculino, em termos financeiros, serão 267 anos. Já para que brancos e negros no Brasil tenham acesso às mesmas oportunidades, serão 120 anos, segundo o Guia para a Promoção da Equidade Racial. Nós não temos este tempo. E nossos filhos, as outras gerações, também não”, opinou. 
 

Newsletter
Receba nossas novidades
Basta informar seu nome e melhor e-mail.
preload
2018 - 2022. Fundação Norberto Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

Os plugins são usados ​​para rastrear visitantes em websites. A intenção é exibir anúncios relevantes e atraentes para o usuário individual e, portanto, mais valiosos para editores e anunciantes terceirizados.

Bloquear / Ativar
Facebook Pixel
Recomendado

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário