Comunicação

10h12

CFAF inicia projeto de promoção dos ODS com universidade federal

‘Ciclo de Vivências e Conexões Socioambientais’ acontece em parceria com a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Compartilhe
Tamanho do texto

A Casa Familiar Agroflorestal (CFAF) e a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) iniciaram um projeto de extensão que busca promover os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) no Baixo Sul da Bahia. Intitulado Ciclo de Vivências e Conexões Socioambientais, o projeto consiste na produção de materiais para informar comunidades sobre problemas como queimadas, poluição das águas e dos cursos d’água e desmatamento. Apresentando conteúdo de conscientização nas redes sociais, a iniciativa conjunta busca contribuir para impedir e diminuir essas práticas, que prejudicam o homem, o meio ambiente e a sociedade.

O projeto é realizado junto ao Programa de Educação Tutorial (PET) Conexões dos Saberes Socioambientais, um grupo interdisciplinar da universidade que realiza ações de extensão junto às comunidades locais.  A participação dos adolescentes da CFAF no Ciclo de Vivências funciona como um estágio, e é uma oportunidade importante para que os estudantes coloquem em prática o que aprendem na escola sobre os ODS. É o que explica Rita Cardoso, diretora da CFAF. “Ter a universidade como parceira contribui muito para a formação dos jovens. Nosso objetivo é que eles sejam despertados para o mundo da pesquisa e extensão e possam também compartilhar suas experiências nesses espaços”, conta.

A CFAF é uma escola rural parceira da Fundação Norberto Odebrecht na realização do PDCIS, tecnologia social que promove o desenvolvimento territorial sustentável em regiões de vulnerabilidades por meio de seis frentes de atuação: educação para o desenvolvimento sustentável; desenvolvimento econômico; inovação e tecnologia; coesão e mobilização social; conservação ambiental e cidadania e governança.

Para realizar o Ciclo de Vivências, estudantes dos quatro anos de formação compuseram equipes com bolsistas da universidade. São quatro times, todos nomeados a partir de culturas regionais do Baixo Sul da Bahia: Cacau, Dendê, Guaraná e Pimenta do Reino. Wendel Caíque Assunção, estudante do 3º ano da Casa Familiar, faz parte da equipe Guaraná e já está participando da produção dos materiais. “Pensamos em algo com que as pessoas têm facilidade, que são as redes sociais, e estamos gravando uma série de vídeos curtos mostrando o que acontece quando se queima o solo”, diz. “Os prejuízos das queimadas são maiores do que as pessoas imaginam. Não só para elas mesmas, mas para todo o meio ambiente e para as futuras gerações”, acrescenta. 

O projeto também promove a troca de conhecimentos entre a Casa Familiar e a universidade


Neemias Batista, também do 3º ano, conta que o contato com a universidade tem sido uma experiência muito significativa: “quando a gente junta os dois [a escola e a universidade], a gente consegue trazer novos conhecimentos para nossa comunidade. Estamos convivendo com outros colegas e isso é fundamental para desenvolver o lugar onde moramos”. A parceria entre as organizações já havia sido estabelecida em outras ocasiões, como na série de lives realizadas no ano passado pela UFRB, que contou com a audiência de estudantes da Casa. 

Professor tutor do PET Conexões de Saberes Socioambientais, Alexandre Almassy coordena a iniciativa e acredita no potencial da conexão entre as instituições de ensino. “Percebemos a sólida formação que a Casa oferece e vemos o potencial desses adolescentes em seguir pesquisando até ingressar no Ensino Superior”, diz. Para ele, a convivência também ensina muito aos professores e bolsistas da universidade. “O projeto não é só pelo conhecimento técnico, há uma troca de vivências. Estamos vivendo a realidade das comunidades onde os jovens moram e auxiliando-os a mudá-la para melhor”. 

Inovação e Tecnologia

Apostar na inovação é uma parte essencial do PDCIS, o Programa Social coordenado pela Fundação. Só em 2020, as instituições parceiras na execução do Programa realizaram mais de 8 parcerias com instituições de ensino como o IF Baiano, a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), a Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e a Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) para auxiliar em pesquisa e desenvolvimento.

Também no ano passado, 5 artigos científicos foram publicados sobre as práticas e atuação do instituições parceiras na realização do PDCIS. Além disso, outras ações de inovação dentro do Programa Social foram: o lançamento de produtos apícolas oriundos do laboratório da Casa Familiar Agroflorestal (CFAF) e a implantação de novos cultivos, como o da Pitaya.

Newsletter
Receba nossas novidades
Basta informar seu nome e melhor e-mail.
preload
2018 - 2021. Fundação Norberto Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

Os plugins são usados ​​para rastrear visitantes em websites. A intenção é exibir anúncios relevantes e atraentes para o usuário individual e, portanto, mais valiosos para editores e anunciantes terceirizados.

Bloquear / Ativar
Facebook Pixel
Recomendado

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário